domingo, 28 de fevereiro de 2010

Esquizofrénicos em risco de morte devido a antipsicóticos


Embora os antipsicóticos sejam utilizados para tratar a maioria dos casos de esquizofrenia, foi observada “uma surpreendente falta de investigação sobre o impacto destes medicamentos na esperança de vida”, escreve o site Tribuna Médica Press. Uma meta-análise, realizada pelos investigadores alemães Stefan Weinmann e Volkmar Aderhold, e publicada na revista Psychosis: Psychological, Social and Integrative Approaches, permitiu concluir que “os efeitos secundários que, a curto prazo, afectam o coração, e os efeitos adversos que, a longo prazo, alteram o metabolismo, exercem uma influência negativa na mortalidade em pessoas diagnosticadas com esquizofrenia”, explicam os autores.
“Três dos quatro trabalhos analisados, dedicados ao estudo da relação entre a dosagem de antipsicóticos e o índice de mortalidade, demonstraram uma associação significativa referente a dois ou mais medicamentos desta classe. Duas de quatro investigações detectaram efeitos adversos que afectavam a esperança de vida”, acrescentam os cientistas.
Os especialistas concluíram ainda que esta classe de medicamentos “acelera a redução da massa cinzenta no córtex órbito-frontal, que pode estar ainda dependente da concentração das doses. Também o tipo de antipsicótico e a duração do tratamento influenciam o índice de redução da massa cinzenta”, explicam.
Com base nestas evidências, Stefan Weinmann e Volkmar Aderhold deixam uma recomendação: “Os antipsicóticos devem ser usados de forma selectiva, por períodos mais curtos e em doses reduzidas. A terapêutica deverá ser acompanhada por intervenções psicossociais, cuja eficácia há muito que já foi provada”.

Fontes: http://www.rcmpharma.com/news/6923/51/Esquizofrenicos-em-risco-de-morte-devido-a-antipsicoticos.html

11 comentários:

  1. eu já não sei o que pensar estou 3 anos em tratamento psiquiatrico tomo 1.000mg quitiapina,4mgrivotril,,100mgfluxetina,100mg neozine,estou cada vez mais distante do mundo eu não consigo ver a luiz do dia e nen o cai da noite,pois fico o tempo todo em meu quarto,não tenho vontade de nada nen mesmo tomar banho e comer,estou chegando uma conclusão que estou com um demonio em minha mente eu não vejo luz,so vejo cores cinza,rosto das pessoas deformados,bichos andando pelo meu corpo,na minha cabeça,tenho medo de alguem me mata quando estou dormindo pois sempre,sonho com uma pessoa me matando sufocada pelo pescoço,tenho medo de dormir quando eu sonho tem varias pessoas rindo de mim me chama de louca cada vez que se passa eu ja não sei os dias e o mês,so sei que qualquer momento vou morrer e não consigo falar com ninguem o que realmente eu penso pois tenho certeza que as pessoas me vigia o tempo todo preciso de ajuda mais wu não sei po onde começa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, minha irmã tem o mesmo sintoma que tu. Toma estes mesmos remédios que tu cita. Nós sabemos que não é fácil enfrentar isto, mas te digo uma coisa, solicite ajuda de Deus, pronuncie o nome de Jesus na tua oração. Ela vai te ajudar a enfrentar isto. Estamos vivendo em tempos difíceis. Confiar em Jesus é tudo que podemos fazer. Ele promete nos tirar do sufoco desse mundo. Abraço!

      Eliminar
  2. a esquizofrenia se já tem a cura eu estou loge deste grau pois mesmo com medicação,acopanhamento medico do psiquiatra,cada vez estou perdendo a minha propria indentidade que a pior coisa na vida de uma pessoa vc perde coisa materiais,vc conquista mas perde a sua propria personalidade e terrivél eu já não consigo me lembra que fazia antes de fica com esta doença,nem das pessoas que esteve em meu convivio hoje não consigo sair na rua não atendo telefone não vejo tv vivo somente em um mundo como fose outro planeta e que as pessoas são todas diferente de mim cada segundo morre um pedaço dos meus sonhos que não existe mais se os medicamento se trata eu estou morta se alguem da minha casa fala comigo e como elas fosem inviziveis pois não consigo enchergar ninguem a minha frente eu acho que estou morta e esqueçero de avisa para meu espirito estou muito casada de tudo isso pois se tem alguem na mesma situação de esta vivendo esta doença pobre medilcre mande algum comentario

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. existe uma soluçao amiga,conheçe jesus????tinha disturbio bipolar entreguei minha vida a ele,hj vivo por ele,estou curando em nome de jesus,sou a pessoa mais feliz do mundo faça isso que vc vera a diferença...isso ae sao espiritos acanbando com vc...qualquer coisa entre em contato comigo Bruna.vieira65@gmail.com

      Eliminar
  3. por favor, não desistam e converse com seu médico ou, troque de médico se não estiver resolvendo, FORÇA!

    ResponderEliminar
  4. eu tenho essa doença e hj sei q nunca vou ficar curado,pois nao tem cura!!!o que me faz ter força pra viver é acreditar que um dia vou morrer e tudo isso vai passar!Há três anos nao tenho crise alguma e há tres anos bebo alcool quase que todos os dias.Todos dizem que nao posso fazer isso ,mas que se dane nao to nem aí.Sou um desenganado mesmo.Meu pai disse que se eu fosse internado novamente ele concordaria que o medico me desse algo pra me matar...eu nao tenho escolha e nao tenho amigos,nao tenho vida. desde quando essa doença se manifestou nao namoro e isso faz 10 anos...peço todos os dias pra morrer e a esperança se vai com cada dose de vodka que eu tomo e com cada comprimido que eu tomo pra essa merda de cerebro que eu tenho...

    ResponderEliminar
  5. Tive um surto psicótico após um episódio de violência. Deixei de tomar os remédios por conta própria e passei a me sentir quase normal de novo(não tenho relacionamentos e tenho dificuldades com o trabalho). Gosto de ser assim. Eu teria me suicidado se tivesse de aguentar a psicose e os efeitos colaterais dos remédios. Aliás, esses remédios só tem efeitos colaterais, nenhum efeito desejado. É horrivel mesmo. Eu não conseguiria encarar tanto sofrimento.

    ResponderEliminar
  6. sou da cidade de sbo interior de sao paulo eu tenho um sobrinho com esqizofrenia a quaze tres anos eu o levo a um psiquiatra todos os meses ele toma cinco comprimidos diferente duas vezes por dia eu não vejo melhora cada dia que passa ele ta pior ,para ajudar a irmã dele ta indo para o mesmo caminho ja não sei como agir diante dessa doença é muito doloroso ver eles sofrerem tanto ,eles são tão jovens ainda

    ResponderEliminar
  7. Estou com Transtorno esquizoafetivo, que é esquizofrenia e bipolar. Tomo antipsicótico desde 1998. Estou me isolando mais esse ano,medo de tudo, da mídia, medo dos crentes, dos católicos, medo dos parentes, medo até dos meus pais. Tenho 1,77 de altura e peso 54 kg, acho que estou com anorexia, nas reações adversas do remédio está anorexia.Por ver urofilia, agora estou bebendo do meu xixi todos os dias e dá vontade de beber mais. Quase não sinto emoções.

    ResponderEliminar
  8. Fui diagnosticado com a doença há mais de 9 anos. Inicialmente não posso negar, os remédios foram necessários, e ainda o são, pois sem eles, atualmente não consigo ter sono pra poder dormir. Sem hipocrisia, poderia falar que até mesmo um psiquiatra que fosse ateu, ao estudar o meu caso, poderia pensar em uma conversão. Realmente senti que Deus não abandona seus filhos (acreditem isto é verdade). Atualmente me sinto "fudido e mal pago" rsrs, pois a doença consumiu anos importantes para minha formação inclusive profissional, mas não tem problema não "almost anyone wanna see me in the heaven, but don't matter no" (adaptei a musiquinha: "no body wanna see us together"), conto com as forças de Deus para, através da minha fé, remover até mesmo montanhas se necessário. Como católico conto com as bênçãos de São Francisco, Maria Santíssima, São João Batista, São Judas Tadeu e claro Jesus Cristo. Fiquem com Deus.

    ResponderEliminar
  9. FORÇA!! Eu sei que não é fácil de encarar esta doença.. Mas com fé vão conseguir ultrapassar .. Sem que a doença não tem CURA!!! Mas com fé ajuda muito.. Também me foi diagnosticada essa doença..admito que ao inicio não foi fácil..mas agora luto com todas as minhas forças.. Queria desejar muita força e fé para quem está a passar por esta doença..

    ResponderEliminar

Deixa aqui a tua opinião acerca do nosso trabalho